Musa  das Campinas

Extrema sensibilidade

Textos

Foto

O POETA E A NATUREZA



O poeta arteiro colhe palavras até no formigueiro,
Se deixa picar inteiro, se inspira, fica resistente...
Insistente, dá vida aos robustos versos que encantam. 
Os dias amenos cheio de brilho transportam a sua alma
sensível, atenta às pequenas coisas. Sem sofrimento
pari sua poesia ao sol brilhante e com o perfume de natureza
em movimento.

Nativa
Enviado por Nativa em 27/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras